Compartilha Bahia
Campanha Amigos da Floresta reduz área afetada por incêndios no Litoral Norte e Agreste Baiano
22/01/21 as 02:19 am
Ver Notcia

Além de combater as chamas, equipes conscientizam as comunidades / Foto: Acervo Bracell


O combate aos incêndios florestais no Litoral Norte e Agreste Baiano, região de atuação da Bracell, teve um resultado positivo em 2020. A extensão de áreas de matas consumidas pelas chamas é a menor desde 2011, totalizando 37 hectares. A redução foi possível graças ao trabalho da equipe de brigadistas, ao aparato tecnológico e ao envolvimento das comunidades, que são capacitadas pela Bracell para identificar e combater princípios de incêndio.

Apesar da redução de hectares queimados, o número de ocorrências de fogo não seguiu o mesmo parâmetro, o que redobra a atenção na região. “Tivemos atendimento a 336 pontos de calor (focos de incêndio) ameaçando áreas florestais”, mas a atuação conjunta dos brigadistas e moradores permitiu reduzir o tempo de resposta às ocorrências, amenizando os impactos à flora e à fauna”, observa Wellington de Souza Santos, supervisor da brigada de incêndios florestais da Bracell.

Segundo ele, a organização conta com equipes de brigadistas preparadas para o combate às chamas, atuando em cidades como Alagoinhas, Camaçari, Esplanada, Conde, Entre Rios, Itanagra e Inhambupe. Os profissionais estão a postos em seis setores diferentes, definidos com base na localização geográfica dos municípios. Essa atuação contribuiu para uma redução de hectares queimados em um ano marcado por incêndios florestais com consequências dramáticas ao meio ambiente na Bahia, principalmente na região de Barra, que teve mais de 1.500 hectares de área florestal incendiados, e no Brasil, com incidência de incêndios nas regiões amazônica e pantaneira.

Para se ter uma ideia, de 2011 a 2019, os incêndios destruíram 3.504,35 hectares de florestas plantadas e nativas nas áreas da empresa. Neste período, o pior cenário foi em 2012, com a queima de 708,73 hectares de vegetação. A menor área destruída, nos últimos nove anos, compreendeu 70,31 hectares, em 2014.

“O ano de 2020 foi atípico por conta da pandemia de Covid-19 e dos alertas de incêndios. Tivemos que nos reinventar e traçar estratégias para dar continuidade às ações de prevenção e de interação com a comunidade e intensificamos a ajuda humanitária sem deixar de conscientizar as pessoas quanto à prevenção dos incêndios florestais”, explica Wellington.

Isso fez com que 64% dos alertas de ocorrências de incêndio viessem das comunidades. “O sentimento da equipe, nesse exato momento, é de felicidade porque isso é reflexo de um trabalho árduo diuturno”, completa ele, informando que as ações contra as chamas serão mantidas ao longo de 2021.



Combate a incêndios - Acervo Bracell 5.jpg
Equipes da Bracell atuam em cidades como Alagoinhas, Camaçari, Esplanada, Conde, Entre Rios, Itanagra e Inhambupe / Foto: Acervo Bracell


Amigos da Floresta

Valdinei Ressurreição, coordenador de Segurança Patrimonial da Bracell, informa que – para contribuir com a redução dos focos e, consecutivamente, com os incêndios – a Bracell vem desenvolvendo ações, por meio da Campanha Amigos da Floresta, nas comunidades vizinhas às áreas florestais, sensibilizando produtores rurais, representantes de associações e operadores das prestadoras de serviço de silvicultura. Esses últimos, inclusive, são treinados para replicar essas orientações e para prestar o primeiro combate nos casos de incêndio.

A ideia é compartilhar informações com os moradores e produtores sobre o correto descarte do lixo, eliminando futuros estopins de fogo, e sobre as penalidades para quem provoca incêndio criminoso, já que esta é uma das principais causas dos desastres ambientais provocados pelas chamas. “Em três anos, a campanha – que alcançou 53 comunidades em 26 municípios baianos, conseguiu reduzir 72% dos casos de incêndios nas regiões onde a empresa atua”, ressalta.

Ele destaca ainda que a iniciativa orienta sobre os riscos à saúde e ao meio ambiente representados pelas queimadas sem planejamento ou criminosas, que podem ocasionar acidentes de grande proporção.

Douglas Pithon, gerente sênior de Segurança Patrimonial, também afirma que a Bracell tem feito uma interface com a silvicultura de São Paulo, assim como faz na Bahia, para levar a experiência de combate aos incêndios florestais para os municípios de influência da empresa, principalmente neste período de expansão da operação em Lençóis Paulista, com o projeto Star. Além disso, a empresa vem apoiando as comunidades para detecção de focos que podem causar incêndios.

Bracell



A Bracell é uma das maiores produtoras de celulose solúvel e celulose especial do mundo, com duas principais operações no Brasil, sendo uma em Camaçari, na Bahia, e outra em Lençóis Paulista, em São Paulo. Além de suas operações no Brasil, a Bracell possui um escritório administrativo em Cingapura e escritórios de vendas na Ásia, Europa e Estados Unidos.


Ver Notcia

O boletim desta quinta-feira (21), trouxe 43 novos casos positivos de coronavírus em Camaçari (BA), aumentando para 8.317 o total de pessoas ja infectadas até o momento.
A notícia boa é, que hoje 90 pessoas sairam da lista de pacientes ativos, o que deixou o número de pessoas recuperadas em 7.522.

Com isso caiu também, e para 640, o número de pacientes, que ainda estão com o vírus em atividade, bem menos que ontem, que era 687.


Ver Notcia

A Feira de Matrículas das Escolas Particulares de Camaçari (BA), que tradicionalmente acontece no Boulevard Shopping Camaçari, este ano ganhou sua primeira versão online, devido a pandemia. A promoção é uma iniciativa do site Compartilha Bahia.

As escolas participantes enviarão um video de 30 segundos para ser publicado no instagram do Boulevard Shopping Camaçari entre o dia 25 e 30 de janeiro.
O mesmo vídeo será compartilhado e repostado no site Compartilha Bahia e suas redes sociais.
A participação das 30 escolas será gratuita.


Contato: 71 9 9953 0396 - Julio Ribeiro - Compartilha Bahia


Ver Notcia

Camaçariense realiza evento no Boulevard desde 2020 / Foto: Divulgação

 Bailarina do Faustão promove bazar com 6 mil peças no Boulevard Shopping Camaçari

 

Bailarina do programa “Domingão do Faustão”, a empresária Carol Amaral promove, neste fim de semana, mais uma edição do seu bazar solidário no Boulevard Shopping Camaçari. Ao todo, 6.000 peças (entre acessórios e roupas) estarão à venda a partir de R$ 1,99.

O evento – que começa neste sábado, 23, às 10h – acontecerá na loja Carol Amaral Store, no L1, e contará com 90% das peças novas e 10% de itens do guarda-roupa da bailarina que nasceu em Camaçari. No domingo, 24, o acesso ao espaço será a partir das 14h. A entrada será mediante à doação de 1 kg de alimento não perecível.

“O bazar contém peças que ganho de grandes marcas, no decorrer do ano, em campanhas. E, depois que abri a loja, contém peças que ainda não foram vendidas e roupas que já utilizei em alguns eventos, com preços especiais, para que todos possam ter acesso. Eu faço o bazar com esse intuito de repassar tudo que ganho durante o ano e não preciso utilizar”, afirmou Carol.

O bazar de Carol Amaral, que chega este ano à sua segunda edição, será realizado seguindo as medidas de prevenção à Covid-19, com disponibilização de álcool em gel, distanciamento entre as pessoas e uso obrigatório de máscaras.


Ver Notcia

O SAC Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), ampliará o horário de atendimento à população, a partir da segunda-feira, 25. O posto, que fica localizado no Boulevard Shopping Camaçari, vai funcionar de 9h às 18h, de segunda a sexta-feira, sendo que anteriormente a abertura era às 10h.

A antecipação do horário é visando atender a uma grande procura da população pelos serviços da unidade, como RG, CPF, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além do Procon e SineBahia, dentre outros.

O atendimento no SAC Camaçari é realizado 100% por agendamento, através do SAC Digital. Para ter acesso à plataforma e agendar o atendimento, basta baixar o aplicativo SAC Digital ou digitar o endereço www.sacdigital.ba.gov.br na internet, seguindo o passo a passo para cadastro. 


Ver Notcia

Coluna Fernando Calmon nº 1.133 — 19/1/21

 VOLKSWAGEN DEVE PRODUZIR PARA FORD AQUI

 

A poeira ainda não baixou sobre a retirada da Ford como produtor de veículos no Brasil. Além das implicações econômicas e políticas, é natural que surjam notícias de todos os lados. O fervor dos acontecimentos chegou ao ponto de sugerir que os empregados da fábrica de Taubaté, SP pudessem formar uma espécie de cooperativa para administrar as instalações. Obviamente, isso não acontecerá, pois sem mercado não há para quem vender a produção.

O governo da Bahia correu para bater às portas da embaixada chinesa, em Brasília, na esperança de que algum fabricante do país asiático pudesse assumir ou comprar a fábrica de Camaçari. O presidente da CAOA, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, também disse que “com alguma ajuda” teria interesse na fábrica baiana. Esta tem capacidade até 300.000 veículos por ano, incluindo a unidade de motores 1-litro local.

A Ford tem ativos fabris no Brasil difíceis de vender. No entanto, a possibilidade de a marca encolher e apenas importar produtos da Argentina, Uruguai, China, EUA e Canadá não deve ser o cenário definitivo. Depois de reservar US$ 4,5 bilhões (R$ 23 bilhões) para enfrentar todas as indenizações e despesas, daqui a quatro ou cinco anos poderá voltar a produzir no Brasil. Mas não com fábrica própria. Nada de produto com baixo valor agregado, alto índice de localização das peças ou sem rentabilidade.

Hoje VW e Ford já têm acerto de colaboração envolvendo picapes médias, furgões e novas tecnologias. Na Europa, a Ford lançará um modelo elétrico a partir da arquitetura modular MEB da VW que deu origem ao ID.3, ID.4 e outros ainda virão. Na África do Sul, a Ford produzirá as novas Ranger e Amarok.

Portanto, embora a Autolatina no Brasil e na Argentina, entre 1987 e 1996, não terminasse em troca de flores, as duas marcas voltarão a colaborar, industrialmente apenas, aqui.

Em meia década, porém, o País deve encontrar um rumo para melhorar o ambiente de negócios e fechar o tal manicômio tributário. Os incentivos, baseados em renúncias fiscais, prosperaram porque os impostos sobre automóveis são os mais altos do mundo. Governos nos três níveis querem tirar a sua parte e até aumentá-la, como aconteceu agora com o ICMS em São Paulo.

Quem sabe os políticos agora caiam na real.

 

STELLANTIS ESTREIA COM AMBIÇÕES CLARAS

 

O presidente-executivo da Stellantis, resultante da fusão entre PSA e FCA, o português Carlos Tavares, de 62 anos, resumiu o mote da nova empresa nascida no último dia 16: “Excelência é melhor do que ser grande”.

Pragmático, ele já passou pela Renault, desentendeu-se com Carlos Ghosn, da aliança Renault_Nissan, foi para a PSA, equacionou seus problemas e liderou a compra da Opel/Vauxhall da GM, na Europa.

Tavares mostrou estar focado em manter todas as fábricas abertas em mais de 30 países, além dos 400.000 empregados do quarto maior grupo automobilístico do mundo. A missão, sem dúvida, será difícil, pois o grupo reúne 14 marcas. Além de cinco culturas automobilísticas diferentes: francesa, italiana, alemã, inglesa e americana.

Na sua primeira entrevista, ressaltou muitos desafios. Um deles é aumento de custos entre 20% e 40% que os governos, principalmente europeus, estão impondo às fabricantes em termos de eletrificação acelerada, emissões e segurança veiculares. Disse que dará atenção à mobilidade compartilhada, embora isso possa diminuir as vendas globais de veículos.

Apesar de não ter comentado diretamente, deixou a entender que menos carros vendidos são um desafio para manter a rentabilidade mínima e saudável de 7%, antes de impostos e amortizações.

Quanto à América do Sul, delegou ao italiano Antonio Filosa, executivo-chefe da ex-FCA, o comando de todas as operações da Stellantis no continente. Entre as decisões da nova administração na região estão a integração parcial (no primeiro momento) das redes de concessionárias Fiat e Peugeot/Citroën, além da utilização dos novos motores Fiat turbo flex em produtos das duas marcas francesas.

 

RENAULT FOCARÁ EM MODELOS RENTÁVEIS

 

A pandemia tem levado as marcas a cuidar ainda mais da saúde financeira. Luca De Meo assumiu o comando mundial da Renault há seis meses e anunciou agora seu plano “Renaulution”. Entre outras estratégias, ampliará arquiteturas integradas com a Nissan e atuação mais focada em rentabilidade do que em participação de mercado.

Como os grupos automobilísticos estã muito pressionados

Isso se aplica também ao Brasil e desde o ano passado a meta de alcançar 10% de participação deixou de ser a prioridade. Se a produção não for minimamente rentável, vendas diretas a locadoras e frotistas serão definitivamente afetadas.

A Renault lidera a venda de elétricos e híbridos na Europa e De Meo reafirmou essa prioridade. Em breve, a marca anunciará um novo ciclo de investimentos no Brasil. O que se sabe até agora: foco nos “andares” de cima do mercado, sinergias com a Nissan e motores turbo flex visando diminuição de consumo de combustíveis e emissões.

____________________________________________________________

www.fernandocalmon.com.br


Ver Notcia

Decreto prorroga medidas preventivas à Covid-19 até o dia 19 de fevereiro

 

Estão mantidas até o dia 19 de fevereiro as medidas preventivas de combate à Covid-19, em Camaçari. A prorrogação foi dada através do Decreto número 7.454, que está publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (21/01), de n.º 1.584/21, e corresponde a décima alteração no Decreto n.º 7.365, de 1º de julho de 2020.

A publicação ratifica a declaração da situação de emergência no âmbito do município e mantém vigente o toque de recolher, que é de 1h às 5h. No período está vedado a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, na sede, orla e zona rural do município.

Ainda está mantida a fase III do Plano Estratégico de Reabertura Parcial das Atividades Econômicas, com a adoção das medidas adequadas e necessárias à organização das filas em suas áreas externas, de forma a cumprir todos os requisitos do protocolo. Todas as especificações do Plano Estratégico estão mantidas, a exemplo dos horários de funcionamento de shoppings, galerias comerciais, autoescolas, escritórios, atividades religiosas, dentre outros.

Para mais informações, acesse a íntegra do Decreto 7.454/2021 que traz em anexo a Fase III do

Plano Estratégico de Reabertura Parcial das Atividades Econômicas, disponível neste link.

 

--


Ver Notcia

O presidente Bolsonaro esteve na Índia em janeiro de 2020. (foto arquivo)

O governo da Índia autorizou as exportações comerciais de vacinas contra a Covid-19, disse o secretário de Relações Exteriores indiano, Harsh Vardhan Shringla, à agência de notícias Reuters. A informação foi confirmada pela impresna brasileira com o consulado indiano em São Paulo.

As primeiras doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, que são fabricadas pelo Instituto Serum da Índia (SII), devem ser enviadas para Brasil e Marrocos nesta sexta-feira (22).


Ver Notcia

Iniciada na manhã desta quarta-feira (20/1), vacinação contra Covid-19 segue em bom ritmo em Camaçari. No primeiro dia da ação, foram vacinadas 310 pessoas, entre profissionais de saúde que atuam na linha de frente de enfrentamento ao novo coronavírus e idosos acima de 75 anos residentes em abrigos.


Nesta primeira fase serão vacinados os profissionais de saúde, idosos acima de 75 anos e idosos residentes em casas de longa permanência e quilombolas. O secretário da Saúde, Elias Natan, explica que, “neste primeiro grupo temos cerca de 12 mil pessoas. Porém, recebemos apenas 2.040 doses. Assim estamos começando prioritariamente com os profissionais de saúde que estão no enfrentamento direto à Covid e os idosos dos abrigos. A medida que forem chegando mais vacinas iremos ampliando a vacinação para todo público-alvo dessa primeira fase".

Diretora do Distrito Sanitário de Monte Gordo, Tatiane Pires, presente na ocasião, reforçou a fala do secretário Elias Natan. Por conta do número de vacinas recebidas, foi criada uma priorização dentro do grupo atendido na primeira fase, conforme orientação do Ministério da Saúde e do Governo do Estado. “Por isso, Camaçari está vacinando nesse momento todos os profissionais que estão na linha de frente do combate ao vírus, as UTIs que prestam atendimento ao paciente suspeito ou confirmado com coronavírus, todas as urgências e emergências, a exemplo do Samu e dos Pronto Atendimentos (PAs), além dos idosos asilados em abrigos e os seus cuidadores diretos também”.

Para Floriceia dos Santos, 50 anos, técnica de enfermagem, a expectativa foi grande, mas conseguimos. A sensação é de esperança e agradecimento pelos profissionais que lutaram pra chegar até esse momento. Sinal de novos dias para nós profissionais e toda a humanidade. Disse ao destacar que é um procedimento rápido, tranquilo e que não dói.

A atendente de consultório dentário, Ana Cardoso, 65 anos, ficou emocionada ao tomar a vacina. “Estou feliz, é um momento de muita emoção. Vivia com medo da doença, mas agora vou ficar um pouco mais tranquila. Tenho esperança de dias melhores para todo mundo, não apenas para nós da área de saúde”, falou.


Ver Notcia

AFAB realiza mutirão de cirurgias oftalmológicas


Acontece neste sábado (23/01), a partir das 8h, o mutirão de triagem para cirurgias de glaucoma, catarata e descolamento de retina. A ação, que é uma iniciativa da Associação de Apoio à Família e ao Meio Ambiente (AFAB) com apoio do vereador Val Estilos, será realizada na sede da entidade, localizada na rua dos Noivos, bairro Dos 46.

A iniciativa é voltada para a população que já tem o diagnóstico da doença e necessita de cirurgia e também aqueles que desejam realizar uma avaliação e receber orientações de cuidados com a visão. Para atendimento, os interessados devem apresentar originais e cópias de documento oficial com foto, comprovante de residência e cartão do SUS.

Defensor de políticas públicas e projetos voltados para o segmento da saúde, o vereador Val Estilos faz questão de apoiar e participar da atividade. “O nosso objetivo é contribuir de forma efetiva para que a população, cada vez mais, tenha acesso aos serviços de saúde”, disse o vereador.


Ver Notcia

O presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Junior Borges (DEM), suspendeu todas as suas atividades pré-agendadas, até que tenha certeza, que não está com covid-19. Ocorre que ele amanheceu nesta quinta-feira (21), com alguns sintomas semelhante aos relacionados ao coronavírus. Desta forma por precaução, procurou agendar uma consulta médica e fazer os devidos exames.

A decisão de suspender as atividades foi comunicada por sua assessoria, através do jornalista Henrique da Mata.

"COMUNICADO IMPORTANTE

A coletiva de imprensa com a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Camaçari, que estava marcada para esta quinta-feira (21), terá que ser cancelada. O presidente da Casa, vereador Júnior Borges, acordou na manhã de hoje com alguns sintomas relacionados à covid-19 e, por precaução, levando em conta o aumento de casos no município, considerou pertinente e responsável suspender a coletiva e todas as atividades agendadas para esta quinta e vai se consultar com um médico para ser devidamente examinado. Uma nova data deverá ser marcada nos próximos dias e compartilhada com os profissionais da imprensa e os vereadores.

Agradecemos a compreensão!"


Ver Notcia

Ainda não fez sua matrícula 2021? Chegou a hora! Ainda temos vagas disponíveis! Consulte uma de nossas unidades mais próxima de você.

Enquanto aguardamos a liberação das aulas presenciais iniciaremos as aulas remotas em 01/02/2021. Nossos estudantes passarão por um criterioso processo de acolhimento, avaliação e revisão de conteúdos. Seja Carpe Diem !


Ver Notcia

O Vitória fez a lição de casa e conseguiu vencer o seu segundo jogo longe de Salvador no Brasileirão Série B. Em um momento imprescindível, onde praticamente todos os adversários diretos tropeçaram na 36ª rodada, o Leão triunfou diante do Guarani, por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira, 20, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Léo Ceará marcou os dois gols do Rubro-Negro e o volante Marcelo, ex-Vitória, anotou para o Bugre.

Com o resultado, o Vitória teve um 'combo' de coisas positivas. O Leão findou a sequência de seis jogos sem vencer, foi aos 42 pontos, deixou a zona de rebaixamento e subiu para a 15ª posição, três pontos a frente do Figueirense, que foi derrotado pelo CRB na terça, 19. No entanto, a equipe comandada pelo técnico Rodrigo Chagas ainda pode ser ultrapassada pelo Náutico, que enfrenta o lanterna Oeste, ainda nesta quarta.


Ver Notcia


O Bahia venceu nesta quarta-feira (20) na Fonte Nova, diante do Athletico-PR, por 1 a 0. Porém, foi o suficiente para o Tricolor deixar a zona de rebaixamento, mesmo que provisoriamente (esperar jogo do Vasco).


Ver Notcia

De acordo com o boletim desta quarta-feira (20), a cidade de Camaçari (BA), teve um acréscimo de 68 casos positivos de coronavírus, o que representa uma alta de cerca de 10% na quantidade de casos ativos, que hoje estão em 687.


O número total de casos confirmados desde o inicio da pandemia foi de 8.274, contra 7.434 de pessoas recuperadas. 146 morreram.

O número de curados representa 90%.


 
© Compartilha Bahia- Anuncie | Institucional | Política de Privacidade | Contato | Assine