-
Quinta-Feira 06 de Agosto de 2020
 
 
Volta às aulas começa a ser debatida na próxima semana, sugere Elinaldo
31/07/20 as 06:30 pm
Ver Notcia

Durante reunião de avaliação da retomada do comércio entre os prefeitos da RMS ocorida nesta quinta-feira (30), o prefeito Elinaldo disse que “ Além das próximas fases referentes à reabertura dos estabelecimentos comerciais, também temos que planejar e organizar o protocolo unificado para retorno das aulas”, ele propôs que os secretários da Saúde e da Educação se reunissem na próxima terça-feira (4/8) para iniciar a avaliação do panorama atual e a construção do caminho para o retorno das aulas de forma segura e eficiente. A sugestão foi acatada pelo colegiado presente.

 

Leia a integra do relatório da reunião dos prefeitos e secretários de saúde:

 

Prefeito avalia retomada do comércio em reunião virtual com prefeito da RMS

 

Prefeitos das cidades que integram a Região Metropolitana de Salvador (RMS) se reuniram de forma virtual na tarde desta quinta-feira (30/7) para fazer uma avaliação parcial da implementação do Plano Estratégico de Retomada Parcial das Atividades Econômicas, iniciado na última segunda-feira-feira (27/7). A reunião por videoconferência, primeira interação coletiva entre os gestores desde a implantação da primeira fase do protocolo de reabertura gradual do comércio, foi articulada pelo prefeito Elinaldo Araújo e também contou com a participação dos secretários da Saúde dos municípios, bem como do secretário da Saúde da capital baiana, Leonardo Prates.

 

O primeiro momento do encontro on-line foi dedicado à exposição de dados sobre o ritmo de contágio da Covid-19 na RMS e em Salvador, apresentados pelos secretários da Saúde. Constatou-se que em toda a região houve um recuo no índice de contaminação e consequente redução no percentual de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), o que fortalece a expectativa de um panorama que possibilite a implantação da 2ª Fase do protocolo de retomada da economia, na segunda semana de agosto.

 

Uma avaliação definitiva será realizada ao final dos primeiros 14 dias da 1ª Fase, para verificar o comportamento dos consumidores e comerciantes em relação ao cumprimento das diretrizes determinadas no protocolo sanitário e possíveis influências que as mudanças incorporadas possam vir a exercer na curva de contágio pelo coronavírus. Por isso, mais do que nunca, é importante que todas as medidas sejam cumpridas com rigor, para anular o risco do governo municipal ter que recuar da decisão de manter o comércio aberto.

 

Na oportunidade, o prefeito Elinaldo reforçou a importância de manter o planejamento unificado. “Acertamos quando decidimos criar essa frente e alinhar as nossas ações. Já começamos a colher os frutos desse planejamento unificado e isso só mostra o quanto é importante que nós continuemos nessa mesma linha. O nosso trabalho só está começando e temos que avançar. Além das próximas fases referentes à reabertura dos estabelecimentos comerciais, também temos que planejar e organizar o protocolo unificado para retorno das aulas”, frisou o gestor.

 

Ainda tratando sobre a retomada do ano letivo, Elinaldo propôs que os secretários da Saúde e da Educação se reunissem na próxima terça-feira (4/8) para iniciar a avaliação do panorama atual e a construção do caminho para o retorno das aulas de forma segura e eficiente. A sugestão foi acatada pelo colegiado, que também concordou em realizar um encontro presencial na próxima sexta-feira (7/8), na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador, com lideranças governamentais dos municípios da RMS, da capital e do Estado da Bahia.

 

O secretário da Saúde de Salvador, Leonardo Prates, também exaltou a continuidade do planejamento unificado na RMS. “Quero pedir para que nós continuemos atuando em bloco, em conjunto. Municípios da Região Metropolitana, capital e governo do estado. Isso mostra que estamos comprometidos com a nossa região e não apenas com um município de maneira isolada, até porque a decisão sobre a reabertura de um determinado segmento comercial em um município tem impacto nas cidades vizinhas”, explicou.

 

O prefeito de São Sebastião do Passé, Breno Moreira, endossou o discurso de união. “Temos que nos movimentar mesmo, buscar soluções para os problemas que estamos enfrentando. Independente de termos realidades orçamentárias diferentes, somos muito mais fortes juntos”. Raciocínio semelhante tem a prefeita de Dias D’Ávila, Jussara Márcia. “É bem melhor enfrentarmos esse mal em parceria, com união. Nessas horas, o correto é colocar as rivalidades partidárias de lado e nos unirmos para salvar vidas”, concluiu.

 


 
© Compartilha Bahia- Anuncie | Institucional | Política de Privacidade | Contato | Assine