Compartilha Bahia
Mês das Mães no Boulevard: primeiro sorteio de quatro vales-compras de R$ 2 mil acontece neste sábado
07/05/21 as 10:44 pm
Ver Notcia

 

 

Acontece neste sábado, 8, véspera do Dia das Mães, o primeiro sorteio de quatro vales-compras no valor de R$ 2 mil (cada) da promoção do Mês das Mães do Boulevard Shopping Camaçari. Além desses, outros 12 vales-compras serão sorteados ao longo do mês, nos dias 12, 15, 19, 22, 26 e 29, pela Loteria Federal. A cada dia, dois números da sorte serão contemplados. O resultado será publicado nas redes sociais do Boulevard (Instagram e Facebook) após a validação do ganhador ou ganhadora.

 

Para participar da promoção, é necessário realizar R$ 150 em compras nas lojas participantes (físicas e online) até o dia 28, o que dará direito a um número da sorte para concorrer aos prêmios. Paralelamente, a cada R$ 150, o cliente, que também fizer compras nas lojas participantes, terá direito a um brinde exclusivo: um botão de rosa de chocolate da Cacau Show, com limite de dois por CPF. O brinde estará disponível até quando durar o estoque.

 

Emissão do número da sorte

 

Para garantir a segurança dos participantes da promoção durante a pandemia da Covid-19, o credenciamento das notas fiscais e emissão dos números da sorte serão feitos no formato 100% digital, por meio do aplicativo “Prizor”.

 

Para isso, é preciso baixar o app no celular ou tablet. Quem desejar, pode cadastrar as notas no hotsite ou clicando no banner da promoção no site do Boulevard (www.boulevardshoppingcamacari.com.br). A geração do número da sorte e a disponibilização do mesmo, para consulta mediante aplicativo ou hotsite, ocorrerá no prazo máximo de 24h.

 

Mães camaçarienses

 

A campanha em homenagem às mães deste ano do Boulevard focará no sentimento de pertencimento e orgulho de ser camaçariense, destacando três gerações de mulheres: avó, mãe e filha. “Vamos enaltecer o papel destas mulheres, que são alicerces importantes nas famílias. Por isso, nossa campanha terá como convidadas Carol Amaral, bailarina do Faustão e lojista do shopping, junto com sua mãe Cristina e avó Ana, que nasceram e criaram seus filhos na cidade”, destaca Verena Maia, superintendente do Boulevard Shopping Camaçari.


Ver Notcia

 

 

Constância nas mortes por covid em Camaçari chama  atenção, hoje foram mais dois óbitos

 

O boletim desta sexta-feira (7/5) em Camaçari (BA), relata que mais 49 pessoas foram infectadas e 02 morreram de coronavírus.  De segunda (3) a sexta-feira (7), foram confirmados 52 mortes, o que da uma média de 10,4 falecimentos por dia. Uma frequencia de mortes que levanta um alerta.

 

Agora o total de casos confirmados chega a 20.241, dos quais 19.180 se recuperaram, 543  pacientes  foram a óbito e 516  estão sobre cuidados médicos.


Ver Notcia

 

 

Vacinação contra Covid continua neste sábado e avança de faixa etária

 

A Secretaria da Saúde (Saúde) de Camaçari informa que a vacina da primeira dose contra a Covid-19 continua a ser a aplicada neste sábado (8/5) e avança de faixa etária. Agora, as pessoas com comorbidades passam a ser a vacinadas a partir dos 40 anos, e devem apresentar relatório e prescrição médica.

 

Os pacientes hipertensos poderão apresentar relatório médico ou prescrição médica com três ou mais medicamentos diferentes de uso contínuo. A relação completa das comorbidades, assim como os documentos necessários, estão disponíveis no site da prefeitura (www.camacari.ba.gov.br) ou clicando aqui.

 

Também muda de faixa os profissionais das Forças de Segurança e Salvamento que serão atendidos a partir de 40 anos e devem trabalhar no município.

 

Ainda seguem como público-alvo da vacinação, os idosos de 60 anos acima; gestantes e puérperas com comorbidades, de posse de relatório médico, e com 18 anos; pessoas com síndrome de Down, a partir de 18 anos; além dos profissionais da educação pública e privada, atuantes em Camaçari e com 40 anos acima, que devem apresentar contracheque atual e autodeclaração, acessível neste link.

 

A aplicação da segunda dose continua suspensa em Camaçari tanto para CoronaVac como para a AstraZeneca até o recebimento de novas doses do Ministério da Saúde destinadas para este fim. A vacinação ocorre das 9h às 16h, nos seguintes locais, até o término das doses: SEDE – 1ª dose Manhã e Tarde Drive-thru Espaço Camaçari 2000 Centro de Vacinação Contra a Covid-19 (atrás do antigo Bompreço) Escola Professor Luís Rogério de Souza (Gleba C) COSTA - 1ª dose Manhã e Tarde Centro Educacional Marquês de Abrantes (Vila de Abrantes) Unidade de Saúde da Família (USF) Fonte das Águas (Arembepe) USF de Barra do Jacuípe USF de Barra do Pojuca Unidade Básica de Saúde (UBS) de Monte Gordo Foto: Josué Silva

 

ENDEREÇO PARA LINK: https://www.camacari.ba.gov.br/wp-content/uploads/2021/05/nota-informativa-vacinacao-contra-a-covid-19-para-pessoas-com-comorbidades.pdf

 

ENDEREÇO PARA LINK:https://www.camacari.ba.gov.br/wp-content/uploads/2021/05/modelo-declaracao-trabalhador-da-educacao-1-2.pdf

--


Ver Notcia
 
 
"A Prefeitura de Camaçari recebeu do Ministério da Cidadania, por intermédio da Iniciativa Brasil Fraterno, um veículo para dar suporte às ações da assistência social no município. A entrega foi realizada nesta manhã, em cerimônia nas instalações do Centro Universitário Senai Cimatec, situado na Avenida Orlando Gomes, em Salvador.
Trata-se de um micro-ônibus para o Programa de Mobilidade de Assistência Social (MobSUAS).
 
Geograficamente falando, Camaçari tem uma extensão territorial imensa e, com isso, são muitas famílias para atender. Esse micro-ônibus vai ajudar sobremaneira a tornar as ações mais ágeis e dinâmicas." disse o prefeito Elinaldo, acompanhado de sua esposa, bem como pela Secretária do Social Renoildes Oliveira.

Ver Notcia

 

 

Presidente realiza visita institucional à 18ª Delegacia Territorial

Em continuidade às visitas institucionais que a Câmara Municipal de Camaçari vem realizando a instituições diversas, o presidente do Legislativo, vereador Júnior Borges (DEM), esteve na 18ª Delegacia Territorial na manhã desta sexta-feira (7/5), onde foi recebido pela delegada titular Thaís Siqueira. Na pauta do encontro, a colaboração entre os órgãos no sentido de buscar melhorias estruturais e estratégicas que resultem na ampliação e aperfeiçoamento do serviço de segurança pública ofertado à população camaçariense.

 

O presidente Júnior Borges agradeceu à delegada pelos serviços prestados aos cidadãos do município, colocando a Câmara à disposição para articular a intensificação da parceria entre as foças de segurança do Estado e o governo municipal. “Estamos, mais uma vez, colocando a Câmara à disposição no sentido de contribuir com o que for preciso para promover progressos. A partir desta conversa, pretendemos provocar uma reunião para aprofundar a discussão sobre questões relacionadas ao monitoramento e a uma atuação integrada que otimize a atuação dos órgãos de segurança na cidade, por meio da transmissão de informações em tempo real”, contou o parlamentar.

 

A titular da 18ª DT exaltou a iniciativa do Legislativo Municipal, de promover esta aproximação com a delegacia e oferecer apoio na buscar por avanços. “Essa parceria é importante e é muito bom ver essa preocupação do Legislativo com relação à segurança. Acredito que estado e município devem mesmo estar integrados porque a segurança pública é de todos”, avaliou a delegada Thaís Siqueira.

 

Também participaram do encontro, o procurador-geral da Câmara, Iago Santos, e o diretor legislativo, Danilo Baqueiro.


Ver Notcia

 

 

O site Compartilha Bahia te diz que uma boa dica para presente nesse Dia das Mães é o livro "Do Joanes ao Jacuípe", recém lançado pelo Historiador Diego Copque.

"Olá! Para comprar o livro Do Joanes ao Jacuípe, solicite o mesmo que iremos entregar em sua residência (taxa adicional de entrega) ou retirar em minha residência no bairro Gleba C.
Valor do livro R$ 60,00
Pix 71 99396-5422
Diego de Jesus Copque.
Grato!" Mensagem do autor.


Ver Notcia

 

 

Prefeitura promoveu 35 cirurgias de catarata nesta sexta em Camaçari

 

A sexta-feira (7/5) começou com mais brilho e cores para 35 moradores de Camaçari que participaram da inauguração do centro cirúrgico do Hospital São Matheus, credenciado SUS junto à Secretaria da Saúde (Sesau), realizando a tão esperada cirurgia de catarata. É a primeira vez que estes procedimentos cirúrgicos são realizados em uma unidade hospitalar em Camaçari. A iniciativa é promovida pela Prefeitura de Camaçari através do contrato de credenciamento.

 

“Até aqui, todas as cirurgias de catarata eram feitas em clínicas e hospitais de Salvador, pois não tínhamos nenhum prestador credenciado que dispusesse de um centro cirúrgico para esse tipo de procedimento. Estou muito feliz em saber que a partir de hoje, nossos munícipes serão atendidos em Camaçari e numa estrutura como essa”, comemorou Elias Natan, secretário da Saúde do município.

 

Para Maurício Alves, beneficiado pela ação, este é mais uma conquista importante para saúde de Camaçari. “É um avanço que nós temos aqui na nossa cidade. Muito feliz em ter feito essa cirurgia num local completamente novo”, afirmou.

 

A mesma alegria é compartilhada por Noélia Nunes. “Uma maravilha. Uma bênção ter esse hospital aqui na nossa cidade e ter sido uma das primeiras pacientes a inaugurar esse centro cirúrgico. Parabéns à prefeitura”, agradeceu.

 

Para Maria de Jesus, hoje foi a realização de um sonho. “Estou feliz em poder fazer essa cirurgia que esperei por tanto tempo. Só tenho a agradecer por esse momento que me ajudará e enxergar o mundo melhor”, enalteceu dona Maria.

 

Diretora de Controle e Avaliação do SUS em Camaçari, Elba Brito, explicou que, apesar de ser uma cirurgia eletiva, o procedimento aconteceu porque não envolve os medicamentos utilizados no kit entubação. “A cirurgia de catarata é feita com anestesia local e sem os medicamentos utilizados no kit entubação, direcionados no país para entubação de pacientes Covid. Por isso, pudemos realizar as mesmas. As demais cirurgias eletivas continuam suspensas conforme notas técnicas Estadual e Municipal”, disse.

 

Andréia Motta (Foto), diretora do Hospital São Matheus, falou que o dia 7 de maio representa um dia de muita emoção para ela e a equipe da unidade, pois marca a inauguração do centro cirúrgico. “Nós não medimos esforços para trazer para cá, o que há de melhor”, concluiu.


Ver Notcia

 

 

 A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (6) um projeto de lei que estabelece novas regras para o pagamento de pedágios em rodovias e permite o pagamento proporcional à quilometragem percorrida. 

Atualmente pessoas que, vinda de Salvador, Lauro de Freitas e Vila de Abrantes, e  se dirigem para Camaçari (BA), pagam por um pedágio válido até a divisa com o Sergipe, aproximadamente 200 KM, mas utilizam apenas de 3 a 15 km de pista privatizada.  

Neste caso acima, em uma simulação para carro de passeio, o pedágio que custa em torno de R$ 10,80 nos finais de semana, custaria apenas R$ 0,85.  

E nos dias de semana que custa R$ 7,20 custaria apenas R$ 0,50. 


Ver Notcia

 

 

A Secretaria da Saúde de Camaçari informa que a vacinação dos profissionais da educação de 40 anos acima não será suspensa em Camaçari nesta sexta-feira (7/5) conforme informado na noite desta quinta-feira (6/5). Assim como dos profissionais de segurança e salvamento de 45 anos acima e em atuação no município.

A vacinação dos profissionais tinha sido suspensa em virtude do baixo estoque devido ao pequeno quantitativo que o município vem recebendo desde o início da campanha de vacinação. A aplicação da primeira dose também continua para idosos a partir de 60 anos e pessoas com comorbidades acima de 45 anos.

A imunização segue até o término das doses e ocorre das 9h às 16h, nos seguintes locais:

SEDE – 1ª dose

Manhã e Tarde

Drive-thru Espaço Camaçari 2000
Centro de Vacinação Contra a Covid-19 (atrás do antigo Bompreço)
Escola Professor Luís Rogério de Souza (Gleba C)

COSTA – 1ª dose

Manhã e Tarde

Centro Educacional Marquês de Abrantes (Vila de Abrantes)
Unidade de Saúde da Família (USF) Fonte das Águas (Arembepe)
USF de Barra do Jacuípe
USF de Barra do Pojuca
Unidade Básica de Saúde (UBS) de Monte Gordo


Ver Notcia

 

 

Nesta quinta-feira (6), o Instituto Butantan envia para o Ministério da Saúde um lote com mais 1 milhão de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo instituto em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Desde janeiro, o Butantan entregou cerca de 42 milhões de doses da vacina ao Plano Nacional de Imunização (PNI). As doses começam a ser liberadas a partir desta sexta (7).

No último dia 19 de abril, o instituto havia recebido uma remessa de 3 mil litros do ingrediente farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima importada necessária para a produção de novas doses da vacina contra o novo coronavírus. Um novo carregamento com mais 3 mil litros já está sendo negociado com a Sinovac.

Anvisa divulga orientação sobre armazenamento de vacinas

Pessoas curadas do coronavírus superam 13,5 milhões no Brasil

O Butantan está perto de completar as 46 milhões de doses do primeiro contrato firmado com o Ministério da Saúde. A expectativa é entregar mais 54 milhões até o final de agosto, totalizando assim, 100 milhões de doses destinadas à campanha de vacinação brasileira contra a Covid-19.



Fonte: Brasil 61


Ver Notcia

 

 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que não recebeu orientação do presidente Jair Bolsonaro para recomendar o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com a Covid-19. A declaração foi dada após questionamento do relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB/AL), nesta quinta-feira (6). 

Durante o depoimento, Queiroga evitou dar sua opinião pessoal sobre o tema, argumentando que o ministro da Saúde é a “última instância” a dar um veredito sobre o uso de medicamentos e somente após avaliação da Conitec, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS. 

“Existem duas correntes da medicina: uma é contrária ao uso desse medicamento para tratamento precoce, outra corrente defende o tratamento precoce. Essa questão precisa de um posicionamento técnico da Conitec, que elabora os protocolos clínicos e terapêuticos. Essa questão é colocada em audiência pública e o Ministério da Saúde é a última instância a opinar sobre o tema”, destacou. 

O ministro afirmou que a pasta está trabalhando na elaboração de um protocolo clínico para atendimento aos infectados pelo novo coronavírus. Ele também negou que tenha autorizado e ressaltou que não tem conhecimento da distribuição de cloroquina desde que assumiu a gestão do órgão. 

CPI da Covid: saiba o que disse o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, nesta terça (4)

CPI da Covid: ex-ministro Nelson Teich diz que pediu demissão por falta de autonomia e discordância sobre cloroquina

Vacina é fundamental

Queiroga destacou, durante boa parte do depoimento, a importância da campanha de vacinação para que o Brasil supere a crise sanitária causada pela Covid-19. “A solução que temos para o problema da pandemia é a campanha de vacinação. Precisamos vacinar a nossa população.  A vacina contra a Covid é uma resposta da ciência. Nunca em tão pouco tempo tivemos vacinas eficazes para combater uma doença viral como a Covid”, disse. 

Segundo o atual ministro, a discussão acerca do tratamento precoce não é decisiva para o combate à pandemia, mas, sim, a ampliação da imunização da população e o reforço de medidas, como o uso de máscaras. “Precisamos investir fortemente na vacinação da nossa população, temos que orientar a população a aderir às medidas não farmacológicas, como o uso das máscaras e adotar uma política de testagem”, indicou a estratégia. 

Ao ser indagado sobre a quantidade de doses efetivamente contratadas pela pasta, Queiroga disse que o Brasil já comprou 430 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. A meta é vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos até o fim de 2021. 

Arte: Brasil 61

Distanciamento Social

O ministro concordou com o senador Tasso Jereissati (PSDB/CE) que “estados e municípios devem ter autonomia para adotar medidas de isolamento social.” No entanto, ele destacou que o Ministério da Saúde trabalha na elaboração de diretrizes para embasar a tomada de decisão pelas autoridades locais. 

Queiroga disse que não há consenso na comunidade científica sobre o fechamento de atividades da economia para contenção do vírus e que a pasta vai auxiliar os municípios para que não cheguem ao lockdown, por exemplo. O ministro também anunciou que está em processo de criação uma Secretaria Especial para o combate à Covid como parte do Ministério da Saúde. 

Adiado

Previsto para a tarde desta quinta, o depoimento de Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa, foi adiado para a próxima semana, porque a oitiva com o ministro da Saúde se estendeu ao longo do dia. 

Confira o que disse o ministro sobre outros temas durante seu depoimento à CPI da Covid, no Senado: 

Diálogo

“Ampliamos a nossa relação com organismos multilaterais da saúde pública, como a OMS e a OPAS. A nossa relação com essas instituições é extremamente produtiva e isso tem sido fundamental para conseguirmos insumos estratégicos. Há necessidade de reforçar o Programa Nacional de Imunização (PNI) com doses prontas ou IFA para abastecer as nossas indústrias de fabricação de vacinas.”

Testes

“Precisamos redefinir essa política. Uma das nossas estratégias é ampliar a testagem.”

Desvio de recursos federais

“É lamentável que isso exista. Temos que melhorar nossas instituições de controle para que não aconteça isso que seria muito prejudicial ao nosso sistema de saúde.”

Segunda onda

“Nós temos nessa segunda onda a implicação de uma outra variante do vírus. Não só o processo eleitoral, mas as festas de fim de ano, as férias, o carnaval, todas essas situações em que as pessoas fazem aglomerações contribuem para aumentar a circulação do vírus.”

Aglomeração

“Toda aglomeração deve ser dissuadida independente de quem faça.”



Fonte: Brasil 61


Ver Notcia
 
 
 
Nota da Sesau de Camaçari sobre nova variante da Covid-19 P.1 de Manaus


A Secretaria da Saúde (Sesau) de Camaçari informa que tomou conhecimento sobre a presença da variante da Covid-19 P.1 de Manaus no município, através do Comunicado de Alerta SESAB/SUVISA/CIEVS Nº 08, enviado para todos os municípios da Bahia, recomendando a adoção de medidas restritivas para prevenir a disseminação da variante.

Entretanto, desde os meses de fevereiro e março, com o aumento expressivo do número de casos novos da Covid-19 em Camaçari, as medidas sanitárias de maior restrição já estavam sendo adotadas por indicação das autoridades sanitárias do município, uma vez que se percebeu uma mudança no comportamento da doença.

A Sesau informa que já solicitou e permanece no aguardo de informações mais detalhadas por parte da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) acerca dos casos de infecção confirmados pela nova variante no município, bem como número de óbitos. Porém, até o momento, a Sesab não enviou detalhes sobre o assunto, além do comunicado sobre a presença da nova variante no município e em outras 32 cidades baianas, entre elas as cidades vizinhas de Lauro de Freitas, Dias d’Ávila e a capital baiana.

O comunicado da Sesab confirma as suspeitas de que a variante P.1 de Manaus já estaria presente na Bahia, inclusive em Camaçari, em virtude da velocidade de transmissão e gravidade dos casos acometidos pela doença de janeiro a março deste ano. Características muito semelhantes a da variante que acometeu a capital amazonense. Daí a importância de todas as medidas restritivas que foram adotadas até aqui em Camaçari e na Bahia.

Respaldada mais ainda nessa informação, agora confirmada pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde da Sesab, a Secretaria da Saúde de Camaçari reafirma a necessidade da manutenção das medidas preventivas, como uso constante de máscaras, uso do álcool em gel e o distanciamento social. Assim como reitera, que a única forma de vencer esta pandemia é com a vacinação em massa, algo que o município está preparado para fazer, dependendo apenas de receber do Ministério da Saúde e do Governo do Estado da Bahia o quantitativo de doses suficiente, algo que não ocorreu desde o início da vacinação.

Quadro epidemiológico de Camaçari

Nesta quinta-feira (6/5) Camaçari possui 45% dos leitos clínicos Covid ocupados, assim como 75% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de 561 casos ativos e 34.143 pessoas vacinadas com a primeira dose e outras 15.324 com a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

O quadro atual vivido no município é o resultado de sérias medidas restritivas adotadas no enfrentamento ao novo coronavírus. Há cerca de 45 dias, Camaçari vivia o pior momento da pandemia, com cerca de 1.800 casos ativos por dia, 100% de ocupação de leitos, unidades de urgência e emergência superlotadas e fila de espera com mais de 40 pessoas por dia aguardando um leito Covid.

Com base neste cenário, a Sesau enfatiza que até que ocorra a vacinação em massa, é necessário a população continuar vigilante quanto às medidas preventivas para evitar um novo pico da pandemia.

 

Ver Notcia
 
 

Em virtude da quantidade insuficiente de doses, a Secretaria da Saúde ( Sesau) de Camaçari informa que nesta sexta-feira (7/5) a vacinação dos profissionais da educação e das forças de segurança e salvamento será suspensa. Continuando apenas para idosos de 60 anos acima e pessoas com comorbidades a partir de 45 anos. Assim como puérperas e gestantes com comorbidades.

Também continua suspensa, por insuficiência de doses, a aplicação da segunda dose tanto para CoronaVac como com a AstraZeneca.

A vacinação continua ocorrendo das 9h às 16h. nos seguintes locais:

SEDE – 1ª dose

Manhã e Tarde

Drive-thru Espaço Camaçari 2000
Centro de Vacinação Contra a Covid-19 (atrás do antigo Bompreço)
Escola Professor Luís Rogério de Souza (Gleba C)

COSTA - 1ª dose

Manhã e Tarde

Centro Educacional Marquês de Abrantes (Vila de Abrantes)
Unidade de Saúde da Família (USF) Fonte das Águas (Arembepe)
USF de Barra do Jacuípe
USF de Barra do Pojuca
Unidade Básica de Saúde (UBS) de Monte Gordo


Ver Notcia

 

 

Em Nota divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde de Camaçari as informações são as seguintes:

Quadro epidemiológico de Camaçari

Nesta quinta-feira (6/5) Camaçari possui 45% dos leitos clínicos Covid ocupados, assim como 75% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de 561 casos ativos e 34.143 pessoas vacinadas com a primeira dose e outras 15.324 com a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

O quadro atual vivido no município é o resultado de sérias medidas restritivas adotadas no enfrentamento ao novo coronavírus. Há cerca de 45 dias, Camaçari vivia o pior momento da pandemia, com cerca de 1.800 casos ativos por dia, 100% de ocupação de leitos, unidades de urgência e emergência superlotadas e fila de espera com mais de 40 pessoas por dia aguardando um leito Covid.

Com base neste cenário, a Sesau enfatiza que até que ocorra a vacinação em massa, é necessário a população continuar vigilante quanto às medidas preventivas para evitar um novo pico da pandemia.


Ver Notcia

 

 

O boletim desta quinta-feira (6/5) confirma a morte de mais 07 pessoas por covid-19 em Camaçari (BA). Agora o total de óbitos é 514. Hoje também foi confirmado mais 39 novos casos positivos de coronavírus, o que elevou para 20.192 o total de infectados até o momento, dos quais 19.129 já se recuperaram e 449 ainda estão em tratamento. 


 
© Compartilha Bahia- Anuncie | Institucional | Política de Privacidade | Contato | Assine